quarta-feira, 3 de outubro de 2012

DORES NAS COSTAS (1a parte)


DORES NAS COSTAS
Dores nas costas podem ter varias formas de manifestação com diagnostico fechado ou não. Nem sempre uma dor pode vir  acompanhado de uma lesão. Muitas pessoas que tem 2 ou 3 hérnias de disco na coluna as vezes não relatam dores, e outras com uma simples protusão relata dores, enfim, dores nas costas esta associado a inúmeros fatores,  além da própria genética onde a pessoa nasce com um desvio, ou seja um desvio estrutural, ela pode ser também desvio funcional, nesse caso má postura, que pode inclusive estar associado com a personalidade da pessoa, por exemplo, pessoas muito tímidas tendem a ter os ombros enrolados mantendo uma postural cifótica, entre outros tantos fatores a considerar.
Vamos aqui falar sobre alguns fatores que podem levar a dores nas costas e atitudes de vida diária e alguns exercícios que podem prevenir e/ou melhorar alguns sintomas já existentes. Lembrando sempre do mais importante, sempre procure profissionais especializados para um tratamento e diagnostico preciso, médicos, fisioterapeutas e educadores físicos são pessoas que podem te ajudar. Aqui darei somente um esclarecimento geral.
Hoje falarei sobre as principais causas e alguns cuidados no dia a dia, aos poucos irei postando outros itens relacionados.
Espero que possa ser útil e que todos aproveitem as informações aqui deixadas.
Sempre com muito carinho.
Espero que gostem.
Beijos a todos!

PRINCIPAIS PROBLEMAS DA COLUNA VERTEBRAL:

PRINCIPAIS DESVIOS

HIPERLORDOSE: desvio da coluna característico na região da bacia, causando uma curvatura exagerada no local;
HIPERCIFOSE: é um desvio na coluna, mais facilmente percebido quando a pessoa está de lado, pois as costas ficam arqueadas, o tórax retraído e os ombros projetados para frente;
ESCOLIOSE: a coluna se desvia para um dos lados, passando a apresentar uma deformidade, surge por causa da má postura, ao se usar por tempo prolongado um só lado do corpo. 

PRINCIPAIS DESVIOS DA COLUNA (fig.1)


PRINCIPAIS DOENÇAS DA COLUNA
HÉRNIA DE DISCO: é o deslocamento de um disco intervertebral. Pode se manifestar na realização de um esforço grande, má postura e/ou desvio já instalado. Normalmente as hérnias são mais comuns nas vertebra L4, L5 e S1. Onde a compressão devido o fator gravidade é maior. Ela pode trazer desconfortos desde uma lombalgia (dor constante localizada), como irradiações onde pode ocorrer quando pressionado a inflamação do nervo ciático, espasmos musculares que podem se tornar crônicos, ou seja, uma contratura constante na região, amortecimento de membros, entre outros.



ARTROSE: conhecida como bico de papagaio, se caracteriza pelo desgaste da cartilagem articulares por alterações ósseas.



Dores nas costas podem ter varias formas de manifestação com diagnostico fechado ou não. Nem sempre uma dor pode vir  acompanhado de uma lesão, muitas pessoas que tem 2 ou 3 hérnias de disco na coluna as vezes não relatam dores, as vezes pessoas  com uma simples protusão relata dores, enfim, dores nas costas esta associado a inúmeros fatores,  além da própria genética onde a pessoa nasce com um desvio, ou seja um desvio estrutural, ela pode ser funcional, nesse caso má postura, pode ter haver com a personalidade da pessoa, por exemplo, pessoas muito tímidas tendem a ter os ombros enrolados mantendo uma postural cifótica, entre outros tantos fatores a considerar.


CUIDADOS NO DIA A DIA

Algumas dicas são importantes para prevenir e/ou melhorar as dores nas costas.

1.     SENTAR



O ideal são cadeiras mais duras evitando poltronas macias demais, o encosto com uma saliência para acomodar a curvatura natural da região lombar. Os pes devem ficar apoiados completamente no solo ou com um pequeno apoio nos pes . os quadris devem permanecer num ângulo de 90° ou levemente elevados. Os braços estar apoiados e manter os cotovelos em 90° também.

2.    POSIÇÃO EM PÉ


Apoie um dos pes em um banco de mais ou menso 10 cm de altura ou apoio um dos pes a frente alternando. Assim você diminiu a lordose lombar dando uma sensação de menos cansaço e pressão na  região.

3.    DORMIR


Se você dorme de lado, use um travesseiro que preencha o espaço entre se ombro e pescoço. Se dormir de costas coloque um apoio ou travesseiro abaixo de seus joelhos, que diminuir a lordose lombar e um travesseiro que preencha o espaço da curvatura do pescoço. 
Dormi de barriga para baixo nunca é indicado. 
O ideal é dormir de lado mesmo, e além dessas informações acima se você puder apoiar os braços em outro apoio ou travesseiro sua coluna vai agradecer muito (como esta na ultima foto da figura acima).
São dicas gerais. 

 E ai você pensa, ‘pelamor’ como vou dormir com toda essa parafernália toda e mais meu marido, mais meu cachorro, mais filho etc.... pois é parece complicado mas isso se torna tão cotidiano que você se adapta facilmente com eles e sua coluna agradece.

Eu  tenho uma protusão de disco na região lombar e desde então adotei essa maneira de dormir, confesso que no inicio foi estranho, mas hoje já me habituei e durmo sem problemas e bem mais confortável.

Travesseiros e colchoes são também assuntos para um outro momento, no qual falaremos um pouco mais.

Espero que tenham gostado e assim que puder colocarei mais coisas interessantes sobre esse assunto.

Beijo a todos!!!!
     

Nenhum comentário:

Postar um comentário